Imagem: Claudio Malagrino 

Internet Brasil  
  
 
    O Brasil começou a conectar-se através de redes de computadores somente em 1988. Na época, instituições acadêmicas de São Paulo e do Rio de Janeiro (Fapesp, LNCC e UFRJ) desenvolveram conexões com os EUA através da rede BITNET, dedicada exclusivamente à pesquisa. Outras instituições de pesquisa passaram a se conectar ao LNCC ou à Fapesp, formando aos poucos uma rede de comunicação de dados.  

    Somente a partir de 1990 o governo brasileiro, através do então Ministério da Ciência e Tecnologia, passou a organizar uma rede unificada, a Rede Nacional de Pesquisa (RNP), utilizando o protocolo TCP/IP. Esta rede está conectada com o exterior, e serve como uma ponte de ligação entre as redes regionais (acadêmicas ou comerciais) e a Internet. Imagem: Rede Nacional de Pesquisa 
Por volta de setembro de 1995, após alguns atrasos, o serviço Internet Brasil foi aberto ao usuário não-acadêmico. Através de pontos de presença (POPs), operados por instituições do governo, empresas passaram a se conectar à espinha dorsal da rede, ou backbone. Estas empresas, os chamados provedores de acesso, estavam liberadas para oferecer acesso à rede aos usuários finais. Os provedores de acesso estão conectados aos POPs através de uma linha telefônica exclusiva, com uma velocidade mínima de 64 kbps (64.000 bits por segundo). O backbone da Internet Brasil é mostrado no desenho abaixo:  

Imagem: Comitê Gestor Internet Brasil 

    Como se pode notar, todos os estados brasileiros possuem conexão à rede através de POPs. Existem também outras conexões ao exterior que não passam pelo backbone da Internet Brasil, como as do Banco Rural, Telebrás e da IBM Brasil.  

    Com a liberação do acesso comercial, a Internet Brasil passou a experimentar um crescimento exponencial, seguindo tendências internacionais. Já são 45.000 computadores conectados à rede, número que deve chegar à casa dos 100.000, segundo uma estimativa da própria RNP.  

Imagem: Comitê Gestor Internet Brasil 

    O gráfico acima mostra o crescimento mensal do domínio .br em 1996. O gráfico abaixo já mostra o crescimento dos diversos domínios na Internet Brasil (leia mais sobre domínios no artigo Conectando-se via TELNET, em OnLine Magazine).  


Imagem: Comitê Gestor Internet Brasil 

    E quais são os serviços da Internet Brasil? As instituições de pesquisa nacionais foram as primeiras a marcar presença na rede. As páginas WWW servem como um painel de apresentação de atividades de ensino e pesquisa destas instituições.  
Universidade de São Paulo 
Unicamp 
Universidade Estadual do Rio de Janeiro 
Unesp 
Universidade Federal
de São Paulo 
Universidade de Brasília 
CNPq 
Centro Brasileiro de Pesquisas Físicas 
  
Imagem: Senado Federal  
O governo brasileiro também possui home-pages no WWW. A maior parte dos ministérios está presente, além do Legislativo e de órgãos do Judiciário, com E-mails disponíveis para críticas e sugestões. 
  
  • Poder Executivo 
  • Marinha do Brasil
     
    Ministério da Administração
     
    Ministério da Ciência e Tecnologia
     
    Ministério das Comunicações
     
    Ministério da Educação e do Desporto
     
    Ministério do Exército
     
    Ministério da Fazenda
     
    Ministério da Indústria, Comércio e Turismo
     
    Ministério da Justiça
     
    Ministério do Meio Ambiente
     
    Ministério do Planejamento
     
    Ministério da Previdência Social
     
    Ministério das Relações Exteriores
     
    Ministério da Saúde
     
    Ministério do Trabalho
     
  • Poder Legislativo 
  • Poder Judiciário 
  • Senado Federal
     
    Tribunal de Contas da União
     
    Tribunal Superior do Trabalho
     

    Alguns estados também possuem home-pages com estatísticas e informações turísticas:  
    Distrito Federal
     
    Mato Grosso do Sul
     
    Minas Gerais
     
    Paraná
     

        Mas é a utilização comercial da Internet Brasil que vem cada vez mais se expandindo. O número de home-pages já chega aos milhares, desde páginas pessoais até os grandes sistemas de informação. Divulgue sua home-page em OnLine Magazine: envie-nos seu endereço URL, e colabore para que a Internet em nosso país cresça, principalmente em qualidade.  





    Edição e design: Claudio Malagrino

    Os gráficos e textos deste site são propriedade do editor.
    As imagens e fotos deste site são propriedade de seus respectivos autores, conforme legendas.
    Produzido em Junho de 1996.