Em um dia de junho de 1998, meus olhos viram pela primeira vez o rosto de uma mocinha de sobrancelhas grossas, olhos claros e voz forte que dizia a um padre: "Estou do jeito que quero e que gosto. Do jeito que quero, e que gosto".

      Alguma coisa ali encantava. E eu me emocionava, a cada imagem daquela mulher que aprendi rápido como se chamava: Ana Paula Arósio. Do jeito que quer, e que gosta.

      Um ano depois, o clima me traz as recordações daqueles dias. A saudade me traz lembranças. E nosso site nasce no dia 12 de junho de 1999. Não é por acaso. Porque é uma declaração de amor. Porque, como cantava o poeta, alguém como tu, eu preciso encontrar. Mas eu sei que, como tu, mais ninguém.


Claudio Malagrino
claudio@malagrino.com.br



As fotografias contidas neste site são de propriedade dos respectivos autores, conforme legendas anexas.
Os gráficos e textos deste site são de propriedade de seu editor.
As opiniões contidas neste site são independentes,
e não refletem necessariamente a posição oficial de Ana Paula Arósio.

Pesquisa, edição e design: Claudio Malagrino