Home > Ciência e Natureza > Notícias > Brasil estreita relações de cooperação mútua com CERN
Resenhas
Cartas
Busca no site
Entre em contato
Home
Ciência e Natureza
Física Nuclear

Brasil estreita relações de cooperação mútua com CERN
(CERN - 22/07/2002)

     O mapa de países afiliados ao CERN, a Organização Européia de Pesquisas Nucleares, poderá no futuro incluir o Brasil. Em visita ao Laboratório em 18 de julho de 2002, o Ministro da Ciência e Tecnologia, Ronaldo Sardenberg, expressou o interesse de nosso país em estreitar os laços com o CERN.

      Durante a visita, o Ministro Sardenberg e o Diretor do CERN, Luciano Maiani, garantiram a continuação de um Acordo de Cooperação mútuo iniciado em 19 de fevereiro de 1990. Com isso, a participação do Brasil no projeto do LHC (Large Hadron Collider) deve ser fortalecida. A tradição brasileira em pesquisa de Física de partículas é reconhecida mundialmente, contando há tempos com a parceria com o CERN. Além disso, físicos brasileiros já estão envolvidos em diversos projetos do Laboratório, e essa participação deve se estender também aos projetos de infraestrutura computacional.

      "Trata-se de uma grande oportunidade para o Brasil, para a América Latina como um todo e para o CERN", comentou o Prof. Maiani após a visita. A América Latina possui uma extensa comunidade de pesquisadores envolvidos com física de partículas, dentre os quais aproximadamente um quarto realiza pesquisas no CERN. Em reconhecimento, o CERN desenvolveu uma série de seminários de Física, organizados em conjunto com o Centro Latino-Americano de Física (CLAF).

      Para a conclusão do encontro, foi estabelecido um Grupo de Trabalho de modo a examinar os caminhos de cooperação mútua Brasil - CERN, além do estudo da requisição brasileira para o ingresso no Conselho do CERN na qualidade de Observador (permitindo a participação nas reuniões do Conselho, mas sem direito a voto, que é prerrogativa apenas dos países membros). Fazem parte hoje do grupo de Observadores: Israel, Japão, EUA, Turquia, a União Européia e a UNESCO.

     

      Os Países Membros do CERN hoje são os seguintes: Alemanha, Áustria, Bélgica, Bulgária, Dinamarca, Eslováquia, Espanha, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Itália, Noruega, Polônia, Portugal, Reino Unido, República Checa, Suécia e Suíça.

Nobel de Física 2002 - neutrinos cósmicos e fontes de raios-X

Nobel de Química 2002 - análise estrutural de macromoléculas

Nobel de Medicina 2002 - desenvolvimento dos órgãos e morte celular

Próximo andar: vida marinha - visitantes "mergulham" em aquário através de elevador

O "ya ma" que virou "ya ba" - antiga droga volta ao mercado ilícito

Biólogos preferem os desenhos para retratar plantas

Há seis mil anos El Niño influencia clima do planeta

À sua própria imagem - anti-átomos são produzidos em laboratório

Diagnósticos auxiliados por computador utilizados no câncer de mama

Material orgânico pode ser utilizado para gravação magnética
Preservando a Floresta e o Homem
Entre em Contato   |   Sobre VivaCiencia   |   Política de Privacidade

© 2017 Claudio Malagrino - Direitos reservados

www.malagrino.com.br