Home > Espaço > Estação Espacial > A Estrutura
Resenhas
Cartas
Busca no site
Entre em contato
Home
      A estrutura da Estação Espacial Internacional possui duas funções básicas: dar suporte aos sistemas e proteger a tripulação do ambiente externo. O principal material utilizado é o alumínio, metal que possui diversas características apropriadas ao uso em ambientes aeroespaciais: baixa densidade, resistência à corrosão e ótima condutividade, servindo assim para o aterramento do conjunto.

      O suporte aos sistemas e a proteção à integridade do conjunto são garantidos pelos diversos tipos de Truss (ou treliças) a serem montadas ao longo da Estação. Sobre as unidades Truss serão montados sistemas de energia, refrigeração e telecomunicações. Sua nomenclatura está relacionada com sua orientação em relação ao eixo principal; a letra S indica posicionamento a estibordo (starboard - lado leste), e a letra P, a bombordo (port - lado oeste).


      Esta é a representação da Estação Espacial Internacional após sua conclusão. Passe lentamente o cursor sobre cada janela (topo, lateral ou frontal); uma breve descrição de cada módulo será exibida. Para mais detalhes, clique sobre os módulos concluídos.
Ficha Técnica
Volume: 1200 m3

Massa:
419.000 kg

Energia gerada:
110 kW

Dimensões:
74 m (comprimento)
108,4 m (largura)

Altitude orbital:
370 a 460 km

    Módulos concluídos
(até janeiro/2002)
 > Zarya / FGB
 > Node 1 (Unity)
 > Zvezda
 > Z1 Truss
 > Soyuz
 > Módulos de energia
 > US Lab (Destiny)
 > Mobile System
 > Airlock (Quest)
 > Docking Compt. Pirs

    Legenda
EUA
Rússia
Canadá
Entre em Contato   |   Sobre VivaCiencia   |   Política de Privacidade

© 2017 Claudio Malagrino - Direitos reservados

www.malagrino.com.br